FANATISMO POR IDOLOS

0 comentários

OBSESÃO CAUSA SÉRIAS CONSEQUÊNCIAS




Ficar horas na fila para comprar ingressos do show ou jogo favorito, colecionar revistas e pôsteres e até ir às portas dos hotéis onde as celebridades estão hospedadas para cultuar seus ídolos preferidos são características que indicam fanatismo. De acordo com especialistas, muitas vezes os jovens se espelham em seus astros, conduzindo suas vidas conforme a deles.

Na busca pela formação da identidade os jovens são capazes de realizar atitudes impensáveis, deixando os pais preocupados e prejudicando o próprio desenvolvido como indivíduo. Entretanto, por que eles cultivam estes excessos?

Para Neide Giuriati, psicóloga da instituição Kanguruh Jundiaí, os jovens procuram uma referência externa que não esteja vinculada à família. “Quando buscam pelos seus ídolos, estão buscando referências fora do convívio familiar, onde projetam no outro o que gostariam de ser, pois é uma forma de construção da sua identidade”, afirma.

Segundo a psicóloga, estabelecer regras aos filhos é um dos caminhos para conter o exagero. Neide Giuriati alerta para as consequências de tanto fanatismo e compara o problema ao uso de drogas. “Os pais deverão propor regras e limites a cada um deles, a fim de que haja uma conscientização do que é uma adolescência normal e anormal. O fanatismo em excesso é comparado ao usuário de drogas, álcool e outras substâncias ilícitas. Sua dependência deverá ser tratada com os mesmos cuidados” destaca.

Participação dos pais

A educação repassada pela maioria dos pais é alimentada por orientações e conselhos baseados nas experiências de vida. Não interagir e deixar lacunas no acompanhamento dos filhos pode agravar a situação. “Se não houver por parte dos pais a compreensão e a percepção do problema, o amadurecimento do filho poderá ser retardado e comprometido”, adverte.

Neide Giuriati diz que não há restrições sobre possuir ídolos, mas alerta que o exagero traz inúmeros malefícios. “O adolescente ter sua ‘paixão’, dentro de um padrão de normalidade, não se torna um problema. O que prejudica é o excesso. Ao perder a racionalidade e se ver totalmente dependente das fantasias, ele perde a personalidade”, conclui.

Fonte: http://www.redealeluia.com.br/

FORÇA JOVEM UNIVERSAL - #TAMOJUNTOEMISTURADO

Aqui você tem valor! Você é nosso convidado!

0 comentários: