O corpo não mente

0 comentários

Você já deve ter ouvido falar do polígrafo, mais conhecido como detector de mentiras. É um aparelho que mede e grava registros de diversas reações do corpo humano enquanto um interrogatório é realizado, numa tentativa de se detectar mentiras em um depoimento. Durante o teste, vários sensores são colocados no braço, tórax, e perna da pessoa interrogada, para medição do pulso, respiração, e pressão arterial. A cada resposta, os sensores registram em um gráfico as reações do interrogado. Conforme as reações pode determinar-se a veracidade de seu depoimento. Não é uma ciência infalível, mas mesmo assim indica um fato inegável sobre algo que já falamos aqui em um post anterior:
O corpo não mente.
Quando você tem informação confiável a respeito de algum assunto—digamos, você sabe qual é a verdade—e você tenta mentir, o seu corpo dá algum sinal de que as suas palavras não condizem com o que você sabe. É por isso que quando uma pessoa mente ela tende a manifestar um ou mais destes sinais fisiológicos: ficar nervosa, mexer muito a mão ou a perna, mudar a respiração, ficar tensa, mover os olhos de maneira não habitual, o coração fica acelerado etc. Quer dizer, o corpo denuncia a mentira e o mentiroso.
Isso é um fator muito importante para a fé. Por quê? Porque a fé só é possível quando está apoiada numa verdade. Se eu sei que algo não é verdade, é impossível eu ter fé naquilo. Ao contrário, eu terei dúvida.
Agora veja se isso não lembra o que Jesus ensinou sobre como funciona a fé:
Eu afirmo a vocês que isto é verdade: Vocês poderão dizer a este monte: “Levante-se e jogue-se no mar.” Se não duvidarem no seu coração, mas crerem que vai acontecer o que disseram, então isso será feito. Marcos 11.23
Aí está: quando a boca fala mas o coração duvida, há dissonância nas crenças, por isso a fé não funciona. Se o meu corpo, que não mente, sabe que algo que eu estou falando não é verdade, então há um desencontro de crenças, e portanto eu fico dividido, tomado pela dúvida. E na dúvida, eu não conquisto nada.
Por isso muitas pessoas dizem ter fé em Deus mas quase nunca conseguem nada desta fé. Elas dizem algo com a boca, mas o corpo, a mente, toda a estrutura física da pessoa não concorda com as suas palavras. Então suas orações não funcionam. Ora, se o polígrafo consegue detectar a mentira, que dirá Deus? E o que dizer do diabo, o pai da mentira? Será que ele não sabe quando você está mentindo?
  • Você diz que crê em Deus, mas vive como se Ele não existisse
  • Você diz que ama Jesus, mas faz o que Ele odeia
  • Você diz que fez o seu melhor, mas o seu corpo sabe que poderia ter feito mais
  • Você diz que crê na Palavra de Deus, mas se enche de medo das palavras negativas de outras pessoas
  • Você diz que Deus é primeiro em sua vida, mas com suas obras você O põe em segundo, quinto, ou último lugar
Como você quer ver o resultado de sua fé se o que você faz discorda do que você fala?
O corpo não mente.
Portanto, a fé que move as montanhas é aquela que une mente, corpo, palavras, e coração. Todo o seu ser está focado em uma só crença, uma só verdade.
O que fazer com esta informação?
  1. Identifique a verdade. A Tua Palavra é a verdade. João 17.17
  2. Creia na verdade de corpo (atitudes), alma (coração), e espírito (mente).
  3. Coloque todos os seus esforços (sacrifício) em ação à serviço da verdade que você crê.
Não há montanha que ficará no seu caminho.

Você tem estado divido entre seu corpo, mente, e palavras? O que você vai fazer para uni-los?

http://www.bprenatocardoso.com/

FORÇA JOVEM UNIVERSAL - #TAMOJUNTOEMISTURADO

Aqui você tem valor! Você é nosso convidado!

0 comentários: